GALOS DE BRIGA - Origem



O nome GALOS DE BRIGA surgiu de uma homenagem ao distintivo do 1o GAvCa (Grupo de Aviação de Caça - Formado por pilotos Brasileiros que combateram no Teatro de Operações Italiano, durante a Segunda Guerra Mundial), o renomado "SENTA A PUA".

O Distintivo do 1o GAvCa (Senta a Pua) mostra um Avestruz trajando quepe aeronáutico, cachecol de piloto e munido de escudo e pistola (em disparo), flutuando sobre nuvens brancas, encerradas no céu vermelho do combate, com petardos de artilharia espocando ao fundo e exibindo os dizeres "Senta a Pua" (uma gíria que sugeriria algo como: "Descendo o Malho" ou "Mandando Bronca", no linguajar vulgar contemporâneo).

Com isso, pensando em uma homenagem que remetesse ao 1o GAvCa, mas que concedesse outro aspecto referencial, Marcelo Utsch (Co-Fundador do Time) criou um distintivo originalmente chamado "Fighting Cocks" (Galos Combatentes) que trazia a caricatura de um galo, ao invés da imagem do avestruz, além de elementos similares e outros adicionais que buscavam uma identidade própria, ainda que referenciada.

O então "Galos Combatentes" acabou se tornando "Galos de Briga" em referência ao ímpeto combativo dos Galos nas rinhas (apesar de o time e seus membros não terem absolutamente nada com a prática de rinha de galos, nem tampouco aprovar esses acontecimentos). O nome parecia se encaixar na figura lúdica do combatente impetuoso e determinado, que não temia a própria eliminação na Zona de Guerra!

Com a nova identidade, o time podia agora confeccionar seus próprios distintivos... mas a complexidade de detalhes da arte original simplesmente impediu a produção satisfatória de qualquer bordado, tendo ele que criar algo que mantivesse o espirito fundamental do time.

Paralelo a isso, o Distintivo original guardava em si elementos que poderiam ser mal interpretados por terceiros:

- O galo trazia em uma das mãos um revólver e uma fita de munições, e na outra um “set” de cartas. Apesar de originalmente o revólver e a fita de munições serem referências diretas à imagem de combate do "Senta a Pua", poderiam ser mal interpretadas como apologia ao uso de armamento real e outros pensamentos obtusos que, aliados ao nome, nos poderiam ser desagradáveis. O “set” de cartas é uma referência ao "Jogar-com-a-Sorte" mas, também, poderia ser erroneamente identificada com jogatinas, apostas e afins... mais uma vez, nada correlatos à imagem e práticas do time.

- Havia a inscrição "Mess with the Best" (Bagunça com o Melhor)... que é uma menção às tropas de Forças Especiais, que promovem o caos nas fileiras inimigas... mas que poderia, se interpretada ao pé da letra, ser considerada fanfarronice, falta de seriedade e de compromisso.

Desta nova demanda surgiram várias provas (novas artes) que, postas em votação, elegeram de forma inquestionável aquela que seria a nova identidade visual do GALOS DE BRIGA.